Jornalista Tulio Lemos é diplomado prefeito de Macau

A emoção pontuou todo o discurso do prefeito eleito de Macau, Tulio Lemos, durante a solenidade de diplomação dos eleitos dos municípios de Macau, Galinhos e Guamaré. O evento foi realizado na noite desta terça-feira (13), no Teatro do Complexo Educacional Padre João Penha Filho, em Macau.
 
Para Tulio Lemos, o reconhecimento da Justiça Eleitoral oficializa o resultado verificado nas urnas e representa mais um passo para a consolidação de um sonho. Segundo o prefeito diplomado, o desafio agora é materializar as transformações que o município precisa. “Esse sonho foi sonhado ainda quando exercíamos com zelo e retidão a missão de jornalista, ocasião em que nos tornamos parceiro do Ministério Público e da Justiça do meu Estado em posicionamentos intransigentes em defesa da moralidade, da ética, do respeito e da honestidade com as coisas públicas”, destacou.
 
Apagar mancha negra
O jornalista lembrou que já faz algum tempo que Macau deseja transformação em sua trajetória. “A cidade precisa sair das páginas policiais para viver momentos de glória. Sonhei que a minha Macau viesse apagar a mancha negra de contar com cerca de 20% de analfabetos para vivenciar momentos de luz na alfabetização desses e na preparação de mão de obra de outros que ajudarão a alavancar o progresso que haverá de acontecer no aproveitamento de nossas riquezas naturais”, disse.
 
Família como exemplo
Emocionado durante os quase dez minutos em que usou a tribuna, o prefeito eleito destacou ainda as figuras do seu avô materno, Afonso Solino Bezerra, que foi vereador por cinco mandatos sem remuneração e também vice-prefeito de Macau nessa condição. A memória de sua mãe, a guerreira Elizabeth Lemos também foi lembrada em momento de grande emoção, sob aplausos do público.
 
O pai e ex-prefeito Afonso Lemos foi citado por Tulio pela “dedicação permanente e o seu amor por Macau”. A futura primeira-dama Andréa Lemos também recebeu palavras carinhosas do marido, quando foi destacada “pelo seu apego e a solidariedade ao sofrimento dos mais humildes”.
 
Sonho e inspiração
“A minha maior inspiração, a razão de meus sonhos, o que me encorajou para enfrentar as intempéries de todo um processo eleitoral foi o sofrimento que vi estampado na face de cada macauense e que retrata, nos últimos anos, a falta de sensatez e de respeito impostas por aqueles que estiveram à frente da municipalidade”, concluiu o prefeito eleito de Macau.

Previous
Next Post »