Governo inaugura novo restaurante popular em Jucurutu

Em Jucurutu, município com população de 18 mil habitantes, na região Seridó, a 255 quilômetros de Natal, o governador Robinson Faria, acompanhado da secretária de Trabalho, Habitação e Assistência Social, Julianne Faria, inaugurou nesta terça-feira (20) mais uma unidade do Restaurante Popular. O novo restaurante vai oferecer 300 refeições por dia a preço simbólico. "As refeições vão custar R$ 1,00 (Um Real) o que vai beneficiar a população mais necessitada, quem está desempregado, o trabalhador, o estudante", afirmou Robinson Faria.

O Governador destacou que esta é uma ação de Governo realizada através da Secretaria de Estado da Habitação e Assistência Social (Sethas) e que será ampliada com a instalação de outros seis novos restaurantes até o próximo mês  de janeiro. A secretária da Sethas, Julianne Faria, explica que hoje o Governo do Estado oferece, de segunda a sexta-feira, 22 mil refeições diariamente através dos restaurantes populares atendendo a população de menor poder aquisitivo.

"Aqui a população encontra um bom serviço e alimentação de qualidade, com cardápio elaborado por nutricionistas", afirmou Julianne Faria.

O Restaurante Popular de Jucurutu é o 26º a ser instalado no RN. Até janeiro de 2017 serão inauguradas mais seis unidades o que vai totalizar 32 restaurantes. Serão contemplados os municípios de Natal (bairros Planalto e Pompéia), Mossoró, São José de Mipibu, Jardim de Piranhas e São Miguel.

Os novos Restaurantes Populares seguem as normas de segurança alimentar, possuem cardápio padronizado e balanceado para oferecer refeições de qualidade à população.

Atendendo ao pedido de estudantes e servidores, o último restaurante popular aberto pelo Governo do Estado foi o do campus central da UERN, em Mossoró. Aquela unidade oferece cerca de 250 refeições diariamente.

O programa Restaurantes Populares do Governo do Estado é coordenado pela Secretaria do Trabalho, Habitação e Assistência Social. Vinte e cinco unidades estão instaladas em 20 municípios: Natal (Centro Administrativo, Alecrim e Igapó), Mossoró (Centro, Alto de São Manoel e UERN), Assu (Centro e Frutilândia), Caicó, Currais Novos, Macaíba, Pau dos Ferros, Parelhas, Areia Branca, Extremoz, Ceará-Mirim, Macau, Santa Cruz, São Paulo do Potengi, Nova Cruz, João Câmara, Parnamirim, Canguaretama, Santo Antônio e Apodi.

Previous
Next Post »

1 comentários:

Click here for comentários
21 de dezembro de 2016 03:00 ×

Bom dia grande repórter, pessoa na qual tenho uma grande admiração. Vejo algumas postagens igual a essa em seu blog que realmente são boas, mas deveria também falar sobre os problemas que o estado vem sofrendo. Como por exemplo: a segurança que a população vem pedindo socorro, a saúde faltando, médicos, medicamentos nos hospitais e por último, uma unidade como o hemonorte chegou a funcionar sem ASG e vigilante. Por falar em vigilante, estive no hospital de Caraúbas e ouvi de funcionários que a unidade está funcionando sem os vigilantes, motivado por falta de pagamento aos mesmo, mas qual já acumulam 5 meses de atraso e a empresa alega que está sem dinheiro em caixa, pois o ESTADO já acumula uma dívida de quase 1 milhão de reais junto a empresa. Ô SAUDADE DE ROSALBA!

Congrats bro Carlos Adriano da Silva Jales you got PERTAMAX...! hehehehe...
Reply
avatar