Prefeito Juninho Alves visita comunidade rural para acompanhar de perto corte de terras dos agricultores

No final da manhã desta sexta-feira 03, o prefeito Juninho Alves, acompanhado do secretário de Políticas do Campo, estive na comunidade de Pedra II, supervisionando de perto o corte de terras, oferecido pelo município de Caraúbas, aos agricultores daquela localidade.

De acordo com o prefeito Juninho Alves, o programa de corte de terras tem chegado aos agricultores, após a chegada das chuvas e é destinado para alavancar a produção agrícola do município. “Estamos acompanhando de perto o trabalho de corte das terras do homem do campo, como forma de incentivar o plantio em todo o município. Atualmente são 17 tratores espalhados pelo município, cortando as terras de quem não tem condições de pagar a hora do trator”, destacou.

Juninho Alves assegurou também, que logo após o corte das terras, o município vai distribuir sementes para os agricultores plantarem. “Se a semente não chegar para o homem do campo plantar de nada vai adiantar cortar as terras, portanto, já autorizamos o secretário Elionaldo Benevides, distribuir as sementes para que a produção agrícola seja completa para o agricultor e sua família”, disse.

Já o secretário Elionaldo Benevides explicou que o corte de terras é um compromisso de campanha do prefeito Juninho Alves, que está inserido no plano de governo. “O agricultor pode ficar sossegado, que junto com o corte de terras vem a distribuição de sementes e a assistência técnica que a Secretaria de Políticas do Campo, tem dado aos trabalhadores rurais”, enfatizou o secretário.

Para o sindicalista rural José Maria Júnior, o “Júnior do Sindicato”, os programas voltados para o homem do campo, que estão sendo retomados na administração do prefeto Juninho Alves, têm uma fundamental importância, não só para o homem do campo, como para todo o município de Caraúbas. “Ver os programas sociais do homem do campo, sendo retomados pela administração pública é uma grande satisfação e a garantia, se Deus quiser, de uma boa produção agrícola”, concluiu Júnior do Sindicato.

Fonte - Assessoria de Comunicação PMC

Previous
Next Post »